Qual o papel das cargas de trabalho crônicas na proporção de cargas de trabalho agudas e crônicas? É hora de descartar o ACWR e sua teoria subjacente

Qual o papel das cargas de trabalho crônicas na proporção de cargas de trabalho agudas e crônicas? É hora de descartar o ACWR e sua teoria subjacente
Marllon Souza
by

This content is restricted to site members. If you are an existing user, please log in. New users may register below.

Existing Users Log In
 Lembrar-me  
New User Registration
*Campo obrigatório
Share