Qual o papel das cargas de trabalho crônicas na proporção de cargas de trabalho agudas e crônicas? É hora de descartar o ACWR e sua teoria subjacente

Qual o papel das cargas de trabalho crônicas na proporção de cargas de trabalho agudas e crônicas? É hora de descartar o ACWR e sua teoria subjacente
Marllon Souza
by

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
Share